(ESSA É CLÁSSICA...(DEU SAUDADE...))




Ouvir Estrelas

"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muitas vezes desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...

E conversamos toda a noite, enquanto
A via-láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?"

E eu vos direi: "Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas."

(Olavo Bilac)

2 comentários:

Sissym disse...

Quanto tempo não lia Olavo Bilac! Este é um dos poemas que conheci e fiquei feliz por ler novamente. Se não fosse voce, nao me recordaria.

Bjs

Nadia Lis disse...

Obrigada pela visita Sissym! Seja sempre muito bem vinda!! Eu tbm fazia tempo que não o lia,até que lembrei que uma pessoa que o recitou pra mim a muuuito tempo atrás....rs Foi inevitável e impressindível postá-lo! Que bom que gostou!!! Beijo grande